9 estratégias para controlar a raiva em um momento de estresse


Quando a raiva te domina é o seu lado irracional que comanda

Controlar a raiva é uma habilidade que, instantaneamente, garante decisões melhores.


A explicação é simples.


Raiva é uma emoção que aciona instintos primitivos de ataque e defesa.


Eles são úteis, não tenha dúvida.


Mas são respostas automáticas — e não ideias bem pensadas.


Em outras palavras, quando você age movido pela raiva, é seu lado irracional que manda.


Por isso é tão comum que a gente até “se estranhe” quando olha, em retrospecto, para ações e palavras que usamos nos momentos de raiva.


Bate arrependimento, culpa, vergonha.


E, às vezes, causa consequências bem complicadas (e de longo prazo) à relação dos envolvidos na discussão.


A questão é que você não precisa ser um monge zen para controlar a raiva.


Digamos que o segredo está em “segurar” seus impulsos por um tempo.


Esse tempo pode ser de até de poucos segundos.


Já faz diferença.


Ou minutos e horas, se for possível — e geralmente é.


Seu cérebro e seu corpo precisam desse intervalo para saírem do modo “briga”. E acionarem o modo sensato.


Portanto, se você é do tipo que prefere soluções ao invés de problemas, lembre dessa regra. Ganhe tempo de raciocínio.


Quer alguns exemplos de como conseguir isso?


Então veja (e memorize!) esta lista com 9 dicas para controlar a raiva.


São ações rápidas e simples quando estiver muito irritado — ou prestes a iniciar uma discussão improdutiva, que devem ser usadas rapidamente.


Pense nestas táticas como “estimulantes da razão”.



1. Beba um copo d’água


Além de se hidratar tomar um copo de água, pode te ajudar a se acalmar

Quando você fica com raiva, sua frequência cardíaca acelera.


Com isso, a temperatura corporal também aumenta.


Não é à toa que usamos a expressão “esquentadinho” para nos referir a alguém que perde a calma com facilidade!


Beber um pouco de água vai ajudar a diminuir o calor do corpo, fazendo com que você volte à sua temperatura normal.


Resultado? Você conseguirá pensar com mais clareza e, assim, poderá controlar a raiva com maior facilidade.



2. Jogar um pouco de água fria no rosto também funciona


Pelo mesmo princípio: te ajuda a “esfriar os ânimos”.



3. Saia do lugar


Sempre que for possível, afaste-se da situação que está gerando o estresse.


A raiva pode demorar até sair de seus pensamentos por completo. Mas o pico da emoção dura poucos segundos.



4. Carregue um calmante natural com você


Nada de pílulas. Estamos falando de aromaterapia.


O cheiro de certas plantas tem a capacidade de atuar em nosso sistema nervoso.


Faça um teste com o óleo essencial de lavanda.


O uso pode ser bem simples:


• Apenas abra o frasco e aproxime de suas narinas.


• Inspire profundamente e segure o ar, por 4 segundos.


• Depois, expire devagar, pela boca.


• Repita o processo umas 3 vezes.


Você vai se impressionar com o efeito.



5. Apenas respire


Outra estratégia clássica para controlar a raiva — e que não exige nenhum recurso especial.


Repare que, quando você fica com raiva, sua respiração sai do ritmo.


Ou se torna rápida, ofegante, ou simplesmente “trava”.


Essa alteração é uma resposta do corpo à enxurrada de hormônios do estresse, desencadeados pela situação.


Quando você retoma o controle da respiração, seu cérebro reage, neutralizando (gradualmente) os tais hormônios.



6. Use o relógio


Desviar a atenção do que te despertou a raiva é uma excelente técnica para se acalmar

Acompanhe o ponteiro dos segundos fazendo uma volta completa.


Ou duas.


É uma técnica de distração que realmente ajuda a controlar a raiva e outras emoções negativasansiedade, por exemplo.



7. Pense em números


Sabe aquela dica de contar até 10 para controlar a raiva?


Então, ela funciona!


Mas vamos deixá-la um pouco mais elaborada — para chegar a resultados melhores.


Experimente fazer uma contagem regressiva, começando em 100.


Ou conte de dois em dois (1, 3, 5, 7…) até perceber que está mais tranquilo.


A preocupação com os números vai roubar o foco de sua concentração — desviando daquela notícia que o tirou do sério.



8. Faça um minuto de silêncio


Segurar o impulso de falar (ou escrever) as primeiras palavras que te ocorrem exige um bom esforço. Mas vale à pena.


Ou você nunca se arrependeu do que disse, num momento de ira?


O “calor” da hora não é um conselheiro útil.


Ganhe tempo para organizar melhor as ideias.


Acredite, ao controlar a raiva, suas respostas serão mais inteligentes. E práticas.



9. Vá lavar uma louça!


Brincadeira? Nem tanto.


Pesquisadores da Universidade Estadual da Flórida constataram que lavar louça pode trazer sensações de calma e inspiração.


Mas a pilha de pratos sujos não é sua única opção.


Dedicar alguns minutos para arrumar a mesa de trabalho — ou qualquer pequeno espaço — também ajudará sua mente a espairecer.


Outro benefício é que você irá extravasar aquela energia, que vem com a raiva, realizando algo produtivo.


Você usa alguma técnica quando precisa controlar a raiva?


Já exercita alguma das estratégias que listamos acima?


Ou conhece outros caminhos?


Conte seu truque para nós!




Clinica de Psicologia Nodari

Clínica de Psicologia Especializada em Terapia Cognitivo Comportamental.

Está localizada na Vila Mariana/SP

28 visualizações

Rua Domingos de Morais, 2781, conj. 310

04035-001, Vila Mariana, São Paulo, SP

Ao lado da estação metrô Santa Cruz

Estacionamento gratuito no local

whatsapp-512.png
  • icone_facebook
  • icone_instagram

© 2019 | site da Clínica de Psicologia Nodari.