Cansaço excessivo: saiba o que pode estar por trás disso

O cansaço excessivo é sintoma de muitas condições de saúde física ou mental.


Também pode ser decorrente de hábitos prejudiciais, como sedentarismo e dieta pobre em nutrientes essenciais ao funcionamento do organismo.


Mas quando entender o cansaço como sinal de algo mais sério?


Afinal, ele não é uma consequência natural de atividades — ou da própria rotina?


Depende.


Seu cansaço desaparece após uma boa noite de sono? Parece proporcional e lógico, considerando suas possíveis causas?


Caso responda “sim” a essas questões, não há motivo para preocupação.


A situação muda quando o cansaço é contínuo, persistente e parece estar piorando com o tempo — supostamente, sem razões concretas.


Quer entender melhor essa diferença?


Então confira o próximo tópico deste texto.



Sintomas do cansaço excessivo



São indícios de que seu cansaço está além do normal quando:

  1. Você pega no sono ou cochila em momentos inapropriados.

  2. Se sente exausto após esforços banais.

  3. Acorda desanimado, como se o tempo de sono não tivesse efeito reparador.

  4. Em sua rotina, são comuns sensações de fraqueza, apatia e preguiça.

  5. Tem muita dificuldade de vencer a sonolência durante o dia.

  6. Percebe que sua concentração e memória estão deficientes.

  7. Não consegue pensar com clareza.

  8. Seu raciocínio está mais lento.

  9. Sua produtividade está reduzida.

  10. Vê seu corpo se mover com dificuldade, como se os músculos estivessem pesados ou doloridos.

  11. Sente falta de disposição e energia, mesmo para realizar atividades prazerosas.

  12. Frequentemente estar de mau humor, irritado e emocionalmente instável.

Esses sintomas descrevem seus dias típicos?


Cuidado!


Eles podem ser resultados de condições que você, sozinho, talvez não consiga identificar.


É importante que você converse com um profissional de saúde, relatando os sinais de cansaço de maneira mais detalhada possível.


Isso ajudará o médico a avaliar quais exames deve pedir e orientar sobre melhores especialistas para seu caso.



Causas do cansaço excessivo


As causas do cansaço excessivo tendem a se concentrar em pelo menos um desses 3 aspectos:

1. Estilo de vida


Vamos começar falando do setor que está mais sob nosso controle: o estilo de vida.


Quais hábitos, em nosso dia a dia, podem ser responsáveis pelo estado de letargia?


Veja alguns pontos que merecem sua atenção:


Quantidade de água ingerida


O cansaço é um sintoma comum da desidratação (quando o corpo usa ou precisa de mais água do que você consome).

Para contornar o problema, a recomendação é que você beba entre 2 a 2,5 litros de água por dia.


Uma dica: sabe quando você sente fome e não sabe “de quê”? Beba água. Geralmente, isso resolve o problema.


Horas de descanso


Segundo a National Sleep Foundation, adultos precisam de 7 a 9 horas de sono para atender às necessidades de repouso.


Se a sua média está abaixo desse padrão (ou muito acima), considere alterar seus horários de ir para a cama e despertar.


Qualidade do sono


Não basta dormir o suficiente.


É preciso garantir que o ambiente seja oportuno ao sono revigorante.


Isso significa que seu quarto deve ser silencioso, o mais escuro possível e na temperatura adequada (entre 16 e 21 graus).


Excesso de cafeína


Aquela xícara de café que você bebe para iniciar o dia, certamente, não é um vilão.


O problema está no consumo exagerado — cujo efeito rebote é a sensação de cansaço.


Se, para permanecer alerta, você percebe que precisa de doses constantes de cafeína (presente não apenas no café, mas também em refrigerantes, energéticos e alguns suplementos), experimente limitar o consumo a 4 xícaras (225 ml) de café fresco, em momentos alternados do dia — evitando sua ingestão após o fim de tarde.


Dieta


Frituras, carboidratos refinados, doces, fast food… Se essa é a base de sua alimentação diária, pode estar aí a causa de seu cansaço.


Adicione frutas, verduras e legumes às suas refeições — são escolhas mais inteligentes para quem busca energia e disposição.


Sedentarismo ou excesso de exercícios


Os dois extremos inimigos da saúde física e mental.


Encontre o ponto de equilíbrio!


2. Condições médicas


O cansaço excessivo pode ser sintoma de doenças subjacentes, dentre as quais podemos mencionar:

  • anemia;

  • desequilíbrios na tireoide (hipotireoidismo ou hipertireoidismo);

  • diabetes;

  • doença celíaca (intolerância ao glúten);

  • enfisema;

  • apneia do sono;

  • infecções;

  • pressão alta;

  • doenças hepáticas;

  • obesidade;

  • fibromialgia;

  • artrite;

  • câncer;

  • esclerose múltipla;

  • problemas cardíacos;

  • doença de Addison.

Por essa lista você já pode concluir porque é tão importante contar com avaliação médica diante da persistência do cansaço.


Não protele a busca por diagnóstico e, consequentemente, o encontro do tratamento adequado.



3. Problemas de saúde mental



As causas do cansaço excessivo também podem estar relacionadas a certas condições psicológicas, incluindo:

Ou seja, se a revisão de seus hábitos não surtir efeito e exames laboratoriais não chegarem a um veredicto sobre as causas de seu cansaço, pode ser muito útil — e revelador! — conversar com um psicólogo.


Na verdade, mesmo na presença de outros problemas, o acompanhamento psicoterapêutico será recomendado — pois lhe ajudará a desenvolver resiliência e saudáveis perspectivas de enfrentamento.




Clinica de Psicologia Nodari

Clínica de Psicologia Especializada em Terapia Cognitivo Comportamental.

Está localizada na Vila Mariana/SP

13 visualizações

Rua Domingos de Morais, 2781, conj. 310

04035-001, Vila Mariana, São Paulo, SP

Ao lado da estação metrô Santa Cruz

Estacionamento gratuito no local

whatsapp-512.png
  • icone_facebook
  • icone_instagram

© 2019 | site da Clínica de Psicologia Nodari.