Dependência Emocional

Todos somos um pouco dependentes emocionalmente: de nossos filhos, nossos parceiros, nossos pais, etc. E nisso não há nenhum problema. Podemos fazer uma analogia a quando temos vontade de tomar uma taça de vinho ou comer um pedaço de chocolate. Se Se passarmos a beber uma taça ou comer uma caixa de chocolate todos os dias, provavelmente teremos problemas. O mesmo pode acontecer com o nosso emocional.


Ser "um pouco" dependente é normal. Somos seres sociais, todos gostamos de agradar, estar com pessoas, saber que você tem alguém ao seu lado que o apoia. Mas se sentimos uma necessidade extrema de afeto e de ser amado, podemos ter caído em uma dependência emocional.


Pessoas com dependência emocional temerão rupturas, se acharem que o parceiro vai deixá-las mesmo que isso não seja verdade, elas farão qualquer coisa para tentar evitar, até mesmo se submeter à vontade do outro e fazer coisas que realmente não querem. Elas temem ficar sozinhas, então, em alguns casos, se eles perceberem que o seu relacionamento “pode acabar”, elas podem procurar outra pessoa antes que seu parceiro atual as deixe.


Geralmente essas pessoas têm baixa autoestima, então sentem essa necessidade de alguém amá-las. E, provavelmente, essa é uma das causas mais importantes, por isso é essencial que elas melhorem sua autoestima.


A pessoa dependente prioriza qualquer coisa para estar com seu parceiro, é capaz de deixar tudo, até mesmo outras relações amigáveis, só para estar com essa pessoa. Ele acha que não consegue viver sem ela.


Mas como falamos antes, tudo isso pode ser o resultado de baixa autoestima e da auto anulação. Nesta situação, a pessoa pode até chegar a mudar sua maneira de ser em função de satisfazer o outro, sempre atendendo o desejo do parceiro ou parceira. Ela permite que o outro comece a esculpir a sua imagem e a conseqüência disso é a perda da sua própria identidade, a perda de sua essência.


De certa forma, eles podem acabar desistindo de ser eles mesmos, deixar de fazer as coisas que lhes dão prazer, a fim de agradar seu parceiro principalmente, mas também para agradar o "resto do mundo". São pessoas que tendem a levar as emoções ao extremo, trazendo pensamentos como "Eu devo agradar a todos”, “Todo mundo tem que me amar” , “Se este não for o caso, eu serei muito infeliz".


Sinais da Dependência Emocional


Identificar-se como dependente emocional pode ser complicado. Até porque para aqueles que estabelecem essas relações, todas as atitudes, comportamentos e sentimentos fazem parte de sua normalidade. São comportamentos habituais que se relacionam com manifestações de afeto e amor de tal maneira que é mais comum que outros o identifiquem e mostrem que você sofre quando assume esse comportamento.

Há uma série de sintomas que homens e mulheres podem identificar como primeiros sinais de dependência emocional. Vamos conhecer alguns:


- Quando seu amor-próprio é relegado a outra pessoa.

- Quando as horas do seu dia são marcadas pela presença ou ausência da outra pessoa.

- Quando seu objetivo diário é basicamente receber a mensagem ou ligação daquela pessoa.

- Se de toda a sua volta, somente uma única pessoa leva toda a sua atenção e apego.

- Se você fica feliz quando se comunica com essa pessoa, e quando isso não acontece, você se sente realmente triste.

- Se suas emoções dependem das ações da outra pessoa.

- Se você sente que não pode ficar sem ver ou estar com uma determinada pessoa.

- Quando todo o seu universo é reduzido a essa pessoa.


Se você acha que sua dependência chega a esse extremo, pode ser hora de agir. Você pode ser feliz sem depender emocionalmente de alguém.


O fortalecimento da autoestima é uma das chaves principais e pode gerar comportamentos que nos gratificam, bem como para voltarmos o amor por nós mesmos. Solicitar ajuda de um profissional, a prática de esportes, recreação, lazer, ir para um passeio com amigos ou família, gerar novos círculos sociais. Construir ou reconstruir o seu próprio caminho é essencial para tomar o caminho de distanciamento daquilo que nos faz mais mal do que bem.

Rua Domingos de Morais, 2781, conj. 310

04035-001, Vila Mariana, São Paulo, SP

Ao lado da estação metrô Santa Cruz

Estacionamento gratuito no local

whatsapp-512.png
  • icone_facebook
  • icone_instagram

© 2019 | site da Clínica de Psicologia Nodari.