Dicas para evitar a procrastinação



Você já deve ter procurado por dicas para evitar a procrastinação, caso seja uma das tantas pessoas que sofrem com eternos adiamentos de tarefas.


E, se já fez essa busca, provavelmente ficou desapontado com uma série de sugestões que encontrou por aí.


Afinal, muitos dos “conselhos” apresentados se concentram nas habilidades que um bom procrastinador mais carece: disciplina, foco e organização.


Certamente, quem vive a procrastinar sabe que precisa mudar seus hábitos. A questão é: como?


Será impossível encontrar dicas para evitar a procrastinação que realmente funcionem? Estratégias simples, que ataquem o vício de postergar, considerando as dificuldades reaisde quem vive com o problema — e, embora esteja decidido à mudança, não sabe nem por onde começar?


Neste texto, nos preocupamos, justamente, em oferecer esse tipo de resposta.

Confira nossas dicas — tão acessíveis quanto funcionais!


Dica 1: Estratégia de micropassos


A procrastinação se torna um pesadelo porque ela leva ao acúmulo de coisas a fazer. Chega um momento em que parece até inútil querer iniciar o processo de realização das tarefas, pois a conclusão soa inatingível.


Nessas horas, o melhor é desviar o foco do destino final. Esquecer o trajeto total e priorizar uma única ação.


Vamos pensar num exemplo prático.


Digamos que você precisa arrumar a casa.


Você olha para a pilha de louça suja, para as roupas fora do lugar, para o pó que se multiplica, para os objetos que precisa descartar ou arrumar…


Só de notar a quantidade de obrigações em “stand by” já bate o desespero — e o desânimo. Não é mesmo?


Então, vamos ser enfáticos: abandone a ideia do “projeto global”. O todo é intimidador e serve, apenas, para aguçar sua ansiedade.


Prefira pensar em micropassos.


Escolha uma meta minúscula.


Por exemplo: dobrar e guardar 10 peças de roupas. Lavar apenas os talheres que adormecem na pia. Doar 1 eletrodoméstico que você não usa.


É pouco? Sim. Mas esse é o conceito da prática.


Porque o pouco é tangível, possível, mensurável.


E, concluída a etapa, você sentirá que venceu a principal barreira da procrastinação: a inércia.


Enxergando resultados concretos, a disposição para continuar o movimento ganha fôlego!


Dica 2: Metodologia clássica (lista de afazeres)


Não é novidade. Uma das principais dicas para evitar a procrastinação, sem dúvida, envolve a redação de listas.


Agora, se você é um grande procrastinador, provavelmente já tentou essa técnica e acabou se sentido frustrado. Afinal, anotar tudo o que precisa cumprir evidencia os excessos de coisas deixadas para depois.


Logo, vamos tentar esse método de um jeito diferente.


A primeira dica é usar papel e caneta.


Recomendamos esse estilo tradicional de anotações — em detrimento de usar recursos do smartphone — por uma questão essencial: há um prazer singular no gesto de riscar as “missões cumpridas” (tire a prova).


De preferência, adote um caderno pequeno.


Tal conselho é valioso por 2 motivos: é fácil de carregar o objeto consigo e, com folhas de tamanho reduzido, você não cai na tentação de fazer listas astronômicas, ocupando todas as linhas disponíveis.


Use uma página para cada dia e eleja um número limitado de tarefas a concluir naquele período.


Lembre da estratégia dos micropassos na hora de produzir sua lista.


Descreva 5 atitudes viáveis para o dia em questão.


Comece com coisas simples, para pegar o ritmo.


Consulte sua lista ao longo do dia e, assim que concluir cada tarefa, risqueo item.


A sensação é de vitória sobre o obstáculo.


E, como se trata de um sentimento de prazer, você se sentirá estimulado a continuar praticando.


O número de afazeres e nível de dificuldade pode ser alterado? Claro!


Mas não se apresse. Dê tempo à construção do hábito.


Não esqueça que a procrastinação acontece, precisamente, porque queremos abraçar desafios grandiosos.


O antídoto, portanto, é começar pequeno e aos poucos.


Dica 3: Desafio das 24 horas


Medida de tempo é o grande entrave de quem vive a procrastinação.


Os prazos, a princípio, sempre parecem tranquilos. É possível adiar o trabalho, a dieta, a consulta ao médico, a reserva da hospedagem… por mais um dia.


No susto, tudo se resolve. Ou não.


Então bate a culpa, porque — no mínimo — os resultados não são satisfatórios como se imaginava.


Seria perfeito interromper esse padrão de comportamento e nunca mais ceder a ele.


Mas por que não conseguimos? Por que repetimos o erro?


Porque somos criaturas de hábitos. E, se procrastinar for um deles, uma decisão racional não será suficiente para, num passe de mágica, alterar o cenário.


Nossa sugestão? Abandone a ideia de mudar de vida e acolha o desafio de ser diferente por um único dia.


Você conhece a “segunda sem carne”? É uma campanha mundial para que as pessoas abram mão de comer proteína animal, nas segundas-feiras.


Pois bem, a ideia adquiriu popularidade — e funciona — porque não exige rupturas drásticas no estilo de alimentação.


Agora, adapte esse princípio à procrastinação.


Que tal eleger um dia da semana para não procrastinar?


Apenas um dia.


Levante assim que ouvir o alarme, sem utilizar a função soneca. Mantenha distância das redes sociais nas “horas de respiro”. Faça sua lista de micropassos e se dedique a cumpri-los, na primeira oportunidade que surgir. Realize uma coisa de cada vez, com total concentração na tarefa em execução.


Não se iluda. Essas dicas para evitar a procrastinação podem parecer muito paliativas. Mas seu impacto na rotina é substancial. E, certamente, exigem comprometimento.


Quem está disposto a desenvolver novos comportamentos e atitudes precisa começar com o básico. Não ignore a importância dos pequenos gestos.


Como disse Chico Science, “um passo à frente e você não está mais no mesmo lugar”.

Gostou do texto? Então o compartilhe com seus amigos, enviando o link do artigo pelo WhatsApp!


#Psicologia #VilaMariana #Psicóloga #Procrastinação #SaúdeMental #ClínicaDePsicologia

24 visualizações

Rua Domingos de Morais, 2781, conj. 310

04035-001, Vila Mariana, São Paulo, SP

Ao lado da estação metrô Santa Cruz

Estacionamento gratuito no local

whatsapp-512.png
  • icone_facebook
  • icone_instagram

© 2019 | site da Clínica de Psicologia Nodari.