Ferramentas da Terapia Cognitivo Comportamental para melhora das habilidades sociais

As habilidades sociais podem ser definidas como as ferramentas de comunicação, tanto verbais quanto não verbais, que usamos para nos relacionar com outras pessoas de maneira efetiva e saudável. São todos aqueles comportamentos, atitudes e pensamentos que nos permitem relacionarmos com outras pessoas.


Como cada pessoa é única, as habilidades sociais não envolvem apenas saber exatamente o que queremos alcançar, mas também sermos capazes de nos conectar com os outros e compreendê-los. Comportamentos que podem ser apropriados em uma determinada situação podem deixar de ser em outra. Sabendo disso, uma pessoa qualificada do ponto de vista social deve ser capaz de se adaptar ao meio, pessoas e contexto em que está, sem deixar de lado a sua individualidade.


Não se trata de ser extrovertido nem o centro das atenções. Mas em ser capaz de ajustar seu comportamento às diferentes situações em que você se encontra.


Tipos de habilidades sociais

Saber como se relacionar e ter uma série de habilidades sociais é fundamental, pois com elas na maioria dos casos evitaremos mal entendidos ou conflitos.


As habilidades sociais podem ser divididas em 2 tipos, habilidades sociais básicas e habilidades sociais avançadas.


Entre as Habilidades Sociais básicas estão: Saber escutar, iniciar e manter conversas, fazer perguntas, agradecer, apresentar-se a outras pessoas, fazer ou receber um elogio.

Já as Habilidades Sociais avançadas podem ser ter empatia ou a capacidade de se colocar no lugar da outra pessoa, pedir desculpas, pedir ajuda, participar, dar ou seguir instruções, enfrentar críticas, convencer os outros e dar sua opinião sobre o que você pensa sobre algo.


Ainda nas habilidades sociais avançadas podemos citar:


Habilidades afetivas, como conhecer nossos próprios sentimentos e os dos outros, lidar com a raiva dos outros ou encorajar outra pessoa.


Habilidades alternativas à agressividade, como compartilhar algo, negociar, ter autocontrole emocional, defender nossos direitos e evitar brigas.


Habilidades para lidar com o estresse, como saber responder e formular uma reclamação, enfrentar opiniões contraditórias e lidar com pressões.

Devemos ter em mente que é necessário aprender habilidades sociais básicas primeiro, antes de desenvolver as avançadas. Em habilidades avançadas, nossa autoestima, assertividade, inteligência emocional e empatia são muito importantes.


No entanto, muitas pessoas ainda acreditam que as habilidades sociais são uma espécie de dom. Porém elas são desenvolvidas no decorrer de nossas vidas. Por muitas vezes, começamos a desenvolve-las ainda crianças, de maneira que não lembramos de ter feito isso conscientemente.


Durante a infância, observávamos e copiávamos os comportamentos que víamos nos outros. E esse aprendizado pode ser realizado, mesmo que seja necessário um esfoço maior, na fase adulta.


Como desenvolver as habilidades sociais

Melhorar essas habilidades é um processo de aquisição de hábitos e, como tal, requer treinamento e repetição de comportamentos. Como falamos antes, esse processo geralmente ocorre inconscientemente enquanto somos crianças, mas também é possível fazê-lo voluntariamente por meio de treinamento.

Por esta razão, abaixo você encontrará as estratégias concretas que provaram ser mais eficazes na melhoria das relações sociais e emocionais, ordenadas passo a passo para que você possa começar a desenvolver suas habilidades a partir de hoje. Confira:


Dê elogios

Da mesma forma que você gosta de ser elogiado, elogie os outros também. Um elogio em um determinado momento não só mostra o seu interesse por essa pessoa, porque você prestou atenção, mas causará uma sensação agradável ​. Se você agradar a alguém, aumenta a chance de que essa pessoa procure por você e também queira lhe agradar.


Use a comunicação emocional para gerar empatia

Estamos acostumados a falar de forma objetiva e não incluir nossas emoções quando damos a nossa opinião, fazendo a comunicação fluir mas não de acordo com o que sentimos.


Se falamos "esse albúm de música é chato", podemos passar a impressão desafiadora e autoritária aos outros. No entanto se falamos “quando escutei este albúm eu tinha grandes expectativas, mas não era aquilo que eu esperava" a mensagem não causará conflito, já que é uma opinião subjetiva e pessoal, e as emoções e experiências que vivemos não podem ser discutidas.


Isso irá ajudá-lo a se abrir para os outros, gerando proximidade, e ajudará a se conectar melhor com as pessoas, porque você criará empatia nelas.

Rua Domingos de Morais, 2781, conj. 310

04035-001, Vila Mariana, São Paulo, SP

Ao lado da estação metrô Santa Cruz

Estacionamento gratuito no local

whatsapp-512.png
  • icone_facebook
  • icone_instagram

© 2019 | site da Clínica de Psicologia Nodari.