Sinais de chantagem emocional no relacionamento: é amor ou manipulação?


Sabia que você pode estar sendo vítima de chantagem emocional?


Se você pensa que apenas pessoas muito ingênuas podem cair em chantagem emocional, está totalmente enganado.

Para começar, vamos entender o seguinte: o efeito da chantagem depende mais do manipulador do que da vítima.

Em segundo lugar, saiba: a chantagem emocional pode ser bastante sutil.

E, num relacionamento, costuma ser confundida com “sinais de amor”.

Difícil de acreditar?

Bem, provavelmente você vai mudar de ideia depois de ler este texto.

Segundo especialistas, como a pioneira no assunto, Susan Forward, os sinais da chantagem emocional estão em coisas aparentemente bobas, sem importância, que “deixamos passar”.

Aprenda a identificar esses sinais tanto no comportamento do chantagista quanto nas suas próprias atitudes!



Chantagem emocional: lista de verificação para descobrir se você é alvo de um manipulador




O chantagista emocional sempre vai tentar te manipular.


Vamos começar falando um pouco sobre o tipo de pensamento e comportamento comuns às vítimas de chantagem emocional.

Susan Forward, PhD e autora do livro Chantagem Emocional: quando as pessoas ao seu redor usam o medo, a obrigação e a culpa para manipular você, sugere que você preste atenção aos seguintes indícios:


  • Digo a mim mesmo que ceder não é grande coisa.

  • Eu digo a mim mesmo que ceder vale a pena para fazer outra pessoa se acalmar.

  • Digo a mim mesmo que o que eu quero está errado.

  • Digo a mim mesmo que não vale a pena, que é melhor desistir agora e tomar uma atitude mais tarde.

  • Penso que é melhor ceder do que magoar os sentimentos da outra pessoa.

  • Eu não me defendo.

  • Eu entrego meu poder.

  • Faço coisas para agradar outras pessoas e fico confuso sobre o que eu realmente quero e acredito.

  • Desisto de pessoas e atividades que me interessam para agradar a outra pessoa.

É claro que num relacionamento saudável também acontecem momentos em que nos sentimos ou agimos assim. Isso faz parte de uma boa convivência.

Sim, às vezes vamos nos sentir contrariados. E vamos seguir a vontade do outro, porque criar uma briga realmente não vale a pena.

Mas, se essa lista de verificação mostra coisas pelas quais você vem passando, cada vez com mais frequência, cuidado.



Faça uma autocrítica sincera.


Pense no seguinte: o quanto de sua voz, seus desejos e opiniões estão presentes no dia a dia do seu relacionamento?

Sinais de chantagem emocional: comportamento típico do chantagista

Você sabe por que qualquer um pode cair em uma chantagem emocional?

Porque ela inicia de modo muito discreto.

É difícil que um manipulador se revele “logo de cara”.

Geralmente, são pessoas gentis, agradáveis, que usam as palavras certas para ganhar a confiança das vítimas aos poucos.

Se você ouvir relatos de pessoas que viveram relacionamentos tóxicos, verá que elas costumam dizer que se sentiam muito amadas e especiais — no início.

Esse afeto é a grande armadilha do abusador.

Ele usa o vínculo, que seus gestos agradáveis alimentam, como estratégia para obter o que deseja.

E, conforme isso dá certo, repete o padrão.

Como identificar os sinais de chantagem emocional no relacionamento

Então, quais situações devem soar como alerta de que você está convivendo com um manipulador?


Veja alguns exemplos de como chantagistas emocionais costumam agir:


1. Eles dizem o que você quer ouvir.


Fazem promessas de mudanças ou de recompensas, deixando você refém de esperanças que, com o tempo, se revelam falsas.


2. São hábeis em transferir a culpa.


Ou dão desculpas vazias para justificar compromissos que eles próprios assumiram, mas não cumpriram.


3. Demonstram ciúme excessivo e são muito controladores.



Cuidado exagerado pode tentar disfarçar o ciúme excessivo.

Podem fazer você acreditar que esse “zelo” exagerado é sinal de que estão muito apaixonados.


4. Por vezes, os manipuladores emocionais são muito críticos em relação ao parceiro.


Apontam falhas, defeitos, fazem comparações degradantes.

O intuito é abalar a autoestima da vítima, fazendo com que ela duvide que mereça um relacionamento melhor.


5. Chantagistas não se preocupam em apresentar argumentos razoáveis.

Quando ocorrem brigas entre o casal, podem deixar o parceiro falando sozinho, sumir por um tempo sem dar explicações ou assumir um comportamento violento.

Se você acaba cedendo e encerra a discussão depois de atos assim, ele tende a repetir a estratégia sempre que se sentir intimidado.


6. Eles ameaçam fazer mal a si próprios ou, de algum modo, prejudicar o parceiro.

Essas ameaças até podem acontecer em tom de “brincadeira”, mas insinuam avisos de consequências sérias.


7. Em público, as atitudes de chantagem emocional funcionam ao causar constrangimento.

Ou seja, o manipulador, longe de “disfarçar” sua contrariedade, faz questão de deixá-la bem perceptível.

Altera o tom de voz, fica emburrado, é grosseiro com as outras pessoas ou age de forma “dramática”, chamando a atenção.


Só muda de ânimo quando consegue o que quer, forçando o parceiro a concordar com suas exigências para encerrar o episódio.


8. Manipuladores também usam a tática de dar presentes e fazer agrados.

E, depois, usam suas “boas ações” como barganha.

A ideia é mostrar que fazem tudo por você, que se sacrificam pelo relacionamento.

Logo, querem que você esteja disposto a fazer o mesmo quando chegar sua vez…

O que fazer diante dos sinais de chantagem emocional

Tudo sobre chantagem emocional é difícil. Percebê-la, admiti-la, falar sobre ela…

E, no que diz respeito a tentar resolvê-la, essa dificuldade continua.



É importante que você saiba que, sem apoio profissional, é praticamente impossível mudar o comportamento de um manipulador.


Entenda que, para ele, a chantagem emocional se tornou uma estratégia de enfrentamento. É algo funcional.

Uma alternativa interessante, portanto, é fazer terapia de casal.

Mas não se fixe na ideia de “consertar” o outro.

Preocupe-se consigo mesmo, priorize a sua saúde mental e sua capacidade de reagir.

Como esse tópico merece uma discussão à parte, falaremos mais sobre ele no texto: “Como enfrentar a chantagem emocional? 4 ensinamentos da psicoterapia”.

Acompanhe as postagens aqui no blog para conferir.

Também siga nossos perfis nas redes sociais (Facebook e Instagram). Assim você fica sabendo quando publicamos novos textos. Além disso, obtém informações adicionais sobre os conteúdos que discutimos por aqui.





Clinica de Psicologia Nodari

Clínica de Psicologia Especializada em Terapia Cognitivo Comportamental.

Está localizada na Vila Mariana/SP

12 visualizações

Rua Domingos de Morais, 2781, conj. 310

04035-001, Vila Mariana, São Paulo, SP

Ao lado da estação metrô Santa Cruz

Estacionamento gratuito no local

whatsapp-512.png
  • icone_facebook
  • icone_instagram

© 2019 | site da Clínica de Psicologia Nodari.